A Biblioteca e o Ensino Superior – boa informação para uma melhor decisão!

O serviço de Psicologia e Orientação promove sessões de informação sobre o acesso ao Ensino Superior  para os alunos do  12º ano. Os encontros têm a duração de 90′, sendo explicado (quais as provas de ingresso, notas mínimas de acesso exigidas por cada um dos cursos superiores,…)

Informações:

Serviços de Psicologia e Orientação do Agrupamento de Escolas de Ponte de Lima,

http://www.dges.gov.pt/pt

 sam_3194                    sam_3195

Aprender a estudar

Organização do local de estudo

A organização do espaço de estudo é fundamental e deve ser feita por ti, de modo a saberes como e onde encontrar todo o material necessário para o teu estudo.

O local de estudo deve:

  • Ser iluminado;
  • Ser bem arrumado e organizado (brinquedos ou outros objetos podem distrair);
  • Ser bem ventilado (a ventilação do ar evita o cansaço e dores de cabeça);
  • Ter uma temperatura agradável para permitir uma melhor concentração.

Acerca do local de estudo, não te esqueças de:

  • Criar um local de estudo sem distrações;
  • Evitar que a música, a televisão e/ou o computador te distraiam;
  • Tentar arranjar uma mesa espaçosa e uma cadeira confortável;
  • Colocar, na tua mesa de trabalho, todo o material de que necessitas, antes de começares a estudar;
  • Colocar os livros nas prateleiras;
  • Deitar os papéis de que não necessitas no cesto do lixo;
  • Arrumar a pasta para o dia seguinte;
  • Deixar tudo em condições para remoçares a trabalhar no dia seguinte.

Muitos alunos estudam e escrevem deitados em sofás ou na cama, em posturas que não favorecem a concentração, como também trazem prejuízos para a saúde e para a qualidade da caligrafia e da apresentação dos trabalhos escritos. Decide qual o local de estudo que mais condições reúne para um estudo de qualidade.

Nota:

  • Antes de iniciares o teu estudo, identifica os objetos que te distraem  e evita-os, tais como o computador e televisão ligada, músicas agitadas (músicas com letra facilmente te fazem distrair), telemóvel, entre outros;
  • Seguidamente, identifica quais os materiais que necessitas para cada disciplina e antes de iniciares o teu estudo organiza esse material na tua secretária.

 

Postura correta para estudar.

 

Resultado de imagem para postura correta para estudar

O que é um resumo?

 

O resumo (oral ou escrito) é a avaliação mais direta dos resultados da interação entre o leitor e o texto na sua globalidade.

O resumo é um pequeno texto caraterizado por:

  • conservação da equivalência informativa, ou seja a fidelidade ao pensamento do autor e a inclusão das informações essenciais para o que é muito útil ter identificado a estrutura do texto;
  • economia de meios, isto é o recurso a um menor número de palavras;
  • a adaptação a uma nova situação de comunicação, ou seja, o resumo deve ser feito em função do público e objetivos.

Um resumo deve transmitir com o mínimo de palavras o máximo da informação importante do texto original, sem o deturpar e sem acrescentar ideias que nele não estejam expressas, nomeadamente, opiniões, comentários ou juízos de valor, ou seja é a apresentação do conteúdo de um texto, das ideias ou informações nele contidas em menos palavras ( cerca de 1/3), feita com rigor e objetividade.

Como resumir um texto

Para fazer um resumo, é essencial saber avaliar o que é principal e secundário e utilizar palavras próprias.

Etapas a ter em consideração na elaboração de um resumo:

Faz uma leitura de todo o texto de modo a apreenderes o assunto abordado e as ideias principais:

  • Presta atenção ao título – geralmente, indica o tema;

Identifica

  • O temaImagem relacionada
  • A ideia principal
  • O género do texto ( crónica, notícia, artigo científico, biografia,…)
  • A intenção do autor ( informar, emocionar, convencer,…)
  • Lê novamente o texto, por partes, por exemplo um parágrafo de cada vez.
  • Regista as palavras desconhecidas e esclarece o seu significado no dicionário.
  • Sublinha as ideias fundamentais de cada parágrafo, porque cada um encerra uma ideia diferente.
  • Não utilizes os diálogos, as transcrições e as palavras que não são necessárias
  • Substitui alguns elementos por outros mais gerais que os incluam.
  • Respeita a ordem do texto, conservando a sua estrutura original.
  • Articula logicamente os parágrafos e as frases.
  • Reduz, aproximadamente, o texto a um terço do original.
  • Revê o texto, prestando atenção aos sinais de pontuação e à ortografia.

Lista de verificação

 

PREPARAÇÃO
SIM
NÃO
NÃO
observado
Compreendi globalmente o texto.
Recorri ao dicionário para esclarecer significados.
Sublinhei somente as ideias principais.

 
ELABORAÇÃO
SIM
NÃO
NÃO
observado
Registei apenas as ideias fundamentais.
Empreguei termos genéricos para substituir vocabulário.
Respeitei a ordem das ideias apresentadas no texto.
Liguei as frases que escrevi com conectores.
Obtive um texto mais curto que o original.
Revi o texto verificando o uso correcto da pontuação e da ortografia.

Como Estudar para um Teste

Antes do teste: 

  • Estuda com tempo. A véspera deve ser reservada para uma revisão final da matéria.
  • Treina-te a dar as respostas possíveis, por exemplo resolvendo testes antigos
  • Procura dormir bem: a frescura física é uma condição essencial para ter sucesso numa prova de avaliação.
  • Encara as provas com autoconfiança: o medo excessivo é um obstáculo ao êxito escolar.
  • Traça previamente um plano de estudo dos conteúdos.Reserva, para a véspera da prova, a revisão final.
  • Volta a ler os sublinhados do texto do manual, as anotações e os apontamentos para consolidares os teus conhecimentos.

Durante a realização do teste: 

  • Não te esqueças de levar todo o material necessários à realização da prova
  • Lê todo o enunciado da ficha antes de responderes, pois poderás tomar as atitudes mais corretas quanto à distribuição do tempo e à forma de organização das respostas.
  • Distribui o tempo pelas várias perguntas, tendo o cuidado de deixar os últimos 5 ou 10 minutos para uma leitura/revisão das respostas.
  • Procura captar sempre o sentido exato das questões, conhecendo previamente o significado de termos como Define, Interpreta, Explica, Analisa, Comenta, Relaciona. Lembra-te de que perguntas mal compreendidas serão mal respondidas.
  • Faz uma lista de tópicos antes de começares a responder. Em seguida, ordena-os de forma lógica e coerente e, só depois, elabora a resposta.
  • Começa a responder às perguntas mais simples e fáceis. Em caso de dificuldade, não te deixes bloquear e passa imediatamente a outra questão.
  • Responde de forma clara e segura. Evita falar daquilo que não dominas bem.
  • Cuida a caligrafia pois a legibilidade de um texto facilita a sua avaliação. Se o professor não conseguir ler a tua resposta não poderá considerá-la certa.

Após a entrega/correção do teste:

  • Quaisquer que sejam os resultados, solicita ao professor um comentário à tua ficha.
  • Em casa, consulta o manual e responde às questões em que tiveste mais dificuldades. Recorre de novo ao professor se ainda tiveres alguma dúvida.
  • Se tiveres uma nota baixa, não encares o resultado com derrotismo. Assume a responsabilidade e, sobretudo, lembra-te de que é apenas um aviso de que deves estudar mais ou melhorar os teus métodos de estudo. Confia em ti e não desanimes.
  • Se obtiveste uma boa classificação, orgulha-te do resultado mas não o encares com triunfalismo. Continua a trabalhar, pois essa é a chave para o êxito.

 

Como estudar para os exames nacionais

Para te ajudar ficam algumas estratégias:            como estudar

  1. Se gostas de escrever e o teu método de estudo já inclui o que vulgarmente chamam de resumos da matéria, então fá-los. Se já tens resumo da matéria para os testes, melhor ainda, faz um resumo desses mesmos resumos.
  2. Se não gostas de escrever, lê os teus manuais e vai sublinhando o mais importante. Podes pedir emprestado os resumos a um amigo.
  3. Vai ao site do GAVE, lá encontrarás exames nacionais para todas as disciplinas. Se achares que esses exames são poucos, existem compilações de cadernos de exames na biblioteca da tua escola, ou outra, para consultares e resolveres.
  4. É uma enorme ajuda se começares por desenvolver o que tens mais dificuldade, ou seja focares-te um pouco mais na parte da matéria que costumas errar nos testes. Portanto deves pegar nos testes que fazes para as aulas e tentar resolver as perguntas que erraste.
  5. Se o exame é de matérias que sejam puramente de raciocínio, (ciências exatas) só a prática te vai ajudar.

15  Dicas para o Dia do Examelápis

1.      Madruga para ter tempo de sobra para tomar o pequeno-almoço e preparar com tranquilidade.

2.      Verifica a hora e lugar do exame para assegurar-te de que não confundiste o dia, hora ou lugar.

3.      Não comas muito ou muito tarde pois terás maior dificuldade em adormecer. Vai para a cama cedo e tenta descansar  pelo menos 6 horas para ter o teu cérebro bem desperto no dia seguinte. Toma um pequeno-almoço equilibrado e não comas nada pesado.

4.      Antes de sair de casa assegura-te de que tens tudo o que precisas. Bilhete de Identidade/Cartão de Cidadão, lápis, canetas, etc.

5.      Dirige-te ao local do exame  o mais cedo possível. Podem acontecer muitas coisas inesperadas pelo caminho e não queres chegar atrasado!

6.       Se há gente ao pé de ti que está num estado de pânico, evita-os. Não te estão a fazer nenhum favor!

7.      Vai à casa de banho antes de começar o exame.

8.      Lembra-te de preencher de forma correta, o cabeçalho, na(s) folha(s) de exame.

9.      Lê todas as perguntas cuidadosamente antes de começar a responder e decide quanto tempo dedicarás a cada uma.

10.  Começa por responder às perguntas  mais fáceis.

11.  Se achas que não te lembras da resposta, começa a escrever qualquer coisa e verás como te começarás a lembrar.

12.  Não gastes mais tempo do que o esperado em cada pergunta. Deixa as perguntas que não tens claro até ao fim.

13.  Não tenhas  medo de perguntar ao examinador se tiveres alguma dúvida.

14.  Aproveita cada minuto do exame e se tens tempo de sobra, revê as tuas respostas antes de o entregar.

15.  Mantém a calma. Fizeste o que tinhas que fazer e não tens nada a temer!

Durante os exames

Se realizaste um bom estudo ao longo dos três anos não tens que recear, uma revisão da matéria é suficiente, e estás apto a atingir os teus objetivos.

Caso te tenhas desleixado, é importante que não te disperses e peças ajuda nesta fase, a um explicador, a um professor ou até a colegas que dominem a matéria e estejam dispostos a estudar contigo – estes podem ajudar-te a orientares melhor o teu estudo e a tirar as tuas dúvidas.

É importante referir que cábulas num exame dão direito a uma anulação direta do mesmo, por isso leva apenas 2 canetas (não arrisques levar só uma, porque pode falhar) e o teu BI ou cartão de cidadão.

Por fim, para o dia do exame, é importante que não fiques demasiado nervoso, pode bloquear o teu pensamento, mas também não vás demasiado relaxado. A expetativa e aquele friozinho na barriga põem a adrenalina a percorrer pelo corpo e ajudam a desenvolver o raciocínio, desde que não seja em demasia. É importante que encontres o teu meio-termo.

Bons exames!

ensino